Prémio inovação Jovem Engenheiro 2006

Na 15ª edição do Prémio Inovação Jovem Engenheiro 2006, a Região Sul da Ordem dos Engenheiros distinguiu os engenheiros que apresentaram as propostas de maior interesse ao nível da engenharia. 

3.º lugar: 

O terceiro prémio foi entregue a Juan Tomé Caíres da Mata, autor do projecto “A Inteligência Artificial na Segurança de Barragens“. O sistema permite recolher dados sobre o funcionamento das barragens em tempo real que são comparados a outros modelos com valores estimados pelos engenheiros e tidos como valores normais de referência. Caso os valores obtidos não se enquadrem dentro dos valores esperados é accionado um aviso que permitirá aos engenheiros responsáveis pela barragem agir em conformidade com o problema detectado.

2.º lugar:  

O segundo lugar do Prémio Inovação Jovem Engenheiro 2006 foi entregue a Márcio Manuel Ferreira da Cunha, pela criação de um sistema protótipo para fachadas ventiladas. Trata-se de uma solução isenta de perfurações para aperto de parafusos e rebites, permitindo uma maior precisão para afinações, da autoria do jovem engenheiro Márcio Manuel Cunha, de 27 anos, licenciado em engenharia civil pela Universidade do Minho. A solução criada por este engenheiro para a execução de fachadas ventiladas, foi já aplicada nos edifícios da empresa construtora de Braga “Construções M. Gomes Cunha”, onde o premiado trabalha.

“O sistema desenvolvido caracteriza-se por uma solução para a execução de fachadas ventiladas, com fixação contínua e não pontual, podendo adoptar vários tipos de materiais para o revestimento, com fixação visível ou oculta e que permite vencer afastamentos entre apoios até 2,10 metros para placas de revestimento com 1,20 metros de largura”, explica ao Construir o engenheiro. O sistema prima também pela completa isenção de perfurações para aperto de parafusos e rebites, o que permite uma maior precisão para afinações. “Muito versátil, de fácil montagem, manutenção e recuperação e a custos reduzidos quando comparado com outros sistemas concorrentes oriundos do estrangeiro”, garante Márcio Cunha. E, acrescenta que “é o único sistema que permite aplicar placas de grés porcelânico de 0,60×1,20 metros com fixação oculta e com apenas dois apoios por perfil, sem recurso a qualquer tipo de perfuração, colagem ou rebitagem”.

Os resultados da inovação revelaram-se satisfatórios e, por isso, o processo de registo de patente está a decorrer, “ficando assim reunidas as condições para a aplicação do sistema noutras obras e para a comercialização a nível nacional, caso alguma empresa se mostre interessada”, sublinha o jovem engenheiro. Ao nível da engenharia civil, Márcio Cunha destaca ainda todo o dimensionamento da estrutura de suporte pelos eurocódigos, a sua comprovação em laboratório e a análise de resultados e conclusões.

Para o vencedor o maior desafio deste trabalho foi conseguir provar que não estamos dependentes das soluções provenientes do estrangeiro, defendendo que, “a nossa engenharia portuguesa possui capacidades iguais ou superiores à engenharia de outros países”. No entanto, como projectista e dono de obra afirma que há falta de soluções nacionais disponíveis no mercado e salienta que a maioria das soluções oriundas do estrangeiro pecam pelo elevado preço de comercialização.

 

1.º lugar:  

A Região Sul da Ordem dos Engenheiros distinguiu com o primeiro prémio o projecto “Espumas de Poliuretano para absorção de petróleos, óleos e derivados“, dos colaboradores da Prio, participada do grupo Martifer, Cristina Sofia Borges Correia e Nuno Sobral Correia. O projecto vencedor consiste numa “espuma sólida” que Cristina Correia chama de “esponja” com grande capacidade de absorção de combustíveis, como o petróleo e óleos de origens diversas, e com uma acção repelente em relação à água. Uma das principais características do produto é que “é possível espremer a “esponja” e recuperar o combustível derramado. Se o combustível estiver contaminado, poderá ser usado para recuperação energética através da queima”, diz a investigadora.

Uma resposta to “Prémio inovação Jovem Engenheiro 2006”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: