Archive for the Noticias Category

A cidade de Braga num futuro próximo

Posted in Arquitectura, Construção, Curiosidades, Engenharia, Engenharia Civil, Estruturas, Grandes Obras, Links, Noticias on Setembro 25, 2008 by Nelson Costa

Neste site podes ter uma ideia sobre o que será BRAGA nos próximos anos. 
 
 http://forum.bracarae-avgvste.com/viewtopic.php?f=5&t=6[1]

Anúncios

Feiras da Construção – Setembro / Outubro

Posted in Construção, Curiosidades, Engenharia, Engenharia Civil, Estruturas, Links, Noticias on Setembro 15, 2008 by Nelson Costa

Irão realizar-se em breve, no Norte do país, duas feiras de especial interesse para a engenharia e a construção civil, a Construnor e a Concreta, respectivamente, em Braga e no Porto.

Clique nos seguintes endereços para saber mais sobre estas feiras:

Construnor:http://www.peb.pt/site.php?Tipo=1&IDPag=6419

Concreta: http://www.concreta.exponor.pt/

Vocacionadas para engenheiros, arquitectos, técnicos de construção civil, consultores, projectistas, empreiteiros, construtores, decoradores e agentes imobiliários, armazenistas, retalhistas encontram-se de portas abertas também a todos os entusiastas deste fabuloso mundo da construção.

Construção do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia

Posted in Construção, Engenharia, Engenharia Civil, Grandes Obras, Noticias, Tecnologia on Julho 18, 2008 by Nelson Costa

O INL, Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, é uma iniciativa conjunta de Portugal e Espanha. É a primeira organização científica internacional da Península Ibérica e também é a primeira, e até agora a única, organização científica mundial na área da nanotecnologia com estatuto jurídico internacional.

 

A nanotecnologia pode ser vista como sendo a engenharia à escala atómica e molecular. Por esta razão, pode influenciar praticamente todos os sectores tecnológicos e tem o potencial de conduzir a importantes inovações em áreas de grande relevância para a sociedade, como em aplicações médicas de diagnóstico e de aplicação de fármacos, em tecnologias da informação com muito mais elevadas capacidades de processamento e armazenamento de dados, em novas formas de produção e armazenamento de energia, na qualidade e segurança alimentar.

Após o concurso público internacional para a primeira grande empreitada de construção do INL, Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, e da aprovação pelo Conselho do Laboratório da proposta de adjudicação apresentada pelo Director-Geral, a construção foi adjudicada ao consórcio constituído pelas empresas Mota-Engil e Casais.

Neste momento foram já iniciados os trabalhos da instalação do estaleiro para as obras de construção no terreno que, entretanto, foi limpo e nivelado, incluindo a remoção das construções anteriores e o tratamento dos correspondentes resíduos. Esta empreitada envolve movimento de terras, fundações, estrutura e redes enterradas, cobertura, fachadas e caixilharia exteriores. Está previsto que termine em Março de 2009 e que no início de 2009 comece uma outra empreitada, a ser posta oportunamente a concurso público internacional, para construção das redes de especialidade, construção da «Sala Limpa», acabamentos, finalização do edifício e arranjos exteriores, a qual está planeada para terminar em Julho de 2009.

O edifício a construir terá uma área bruta de construção de aproximadamente 20 000 m2, implantada num terreno de 45 000 m2 ao longo da Av. João Paulo II, em Braga. Terá dois pisos e, além das instalações habituais de um laboratório científico onde irão trabalhar 400 pessoas, das quais cerca de 200 investigadores doutorados, incluirá instalações especiais características de laboratórios de nanotecnologia.

Dado que a nanotecnologia lida com objectos da dimensão de nanómetros, ou seja da ordem de 100 mil vezes mais pequenos do que a espessura de um cabelo humano, uma parte importante das instalações laboratoriais é a chamada «Sala Limpa» onde é assegurado um ambiente suficientemente limpo de pequenas partículas para que seja possível o trabalho de nanotecnologia. A «Sala Limpa» ficará situada numa área de 1000 m2 e envolverá uma sala de 600 m2 de «classe 100».

As instalações terão, adicionalmente, três laboratórios centrais com características especiais anti-vibração, designadamente para caracterização de materiais, análise de superfícies e, também, ensaios de biologia e bioquímica dado que as áreas de actividade do INL incluirão a nanomedicina e aplicações da nanotecnologia para a qualidade alimentar.

Fonte: MCTES

Solar Tiles – Revestimentos cerâmicos fotovoltaicos

Posted in Construção, Engenharia, Engenharia Civil, Noticias, Tecnologia on Julho 11, 2008 by Nelson Costa

O Projecto Solar Tiles é um projecto inovador de I&D a nível mundial a ser desenvolvido por um consórcio de 9 entidades nacionais, e que concorre ao QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional), apresentado anteontem, dia 9 de Julho nas instalações da Revigrés (Águeda) e consiste no desenvolvimento de Sistemas Solares Fotovoltaicos em Coberturas e Revestimentos Cerâmicos.

A Universidade do Minho é uma das entidades promotoras deste projecto. A investigação envolvida na UM na área de  nanomateriais, revestimentos funcionais e nanotecnologias aplicadas a sistemas eficientes de energia permitirá desenvolver camadas cerâmicas funcionais para aplicações de energia solar fotovoltaica envolvendo integração arquitectónica e eco-design.

O Projecto Solar Tiles  tem a mesma finalidade dos painéis solares tradicionais,  aproveitando a energia solar para produção de electricidade. As diferenças surgem na aplicação dos sistemas fotovoltaicos pois estes funcionarão através de um filme que é depositado nos revestimentos cerâmicos, o que tem como base uma tecnologia extremamente sofisticada.

Pretende-se assim o desenvolvimento de protótipos funcionais de produtos cerâmicos fotovoltaicos integrados, de elevada eficiência, para o revestimento de edifícios (telhas e revestimentos exteriores de fachada) que incorporem filmes finos fotovoltaicos, assentando numa elevada qualidade estética e desempenho técnico adequado.

Fonte: http://www.dicas.sas.uminho.pt/ModuleLeft.aspx?mdl=~/Modules/EventosJornal/EventosView.ascx&ItemID=2022&Mid=23&lang=pt-PT&pageid=3&tabid=0

Parceria com NECUBI

Posted in Curiosidades, Engenharia, Engenharia Civil, Links, Noticias on Abril 23, 2008 by Nelson Costa

O Núcleo de Estudantes de Engenharia Civil da Universidade da Beira Interior (NECUBI) conjuntamente com o Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura da mesma Universidade (DECA) está a desenvolver uma iniciativa no sentido da partilha de opiniões e conhecimentos relacionados com engenharia civil através da internet. Para tal, o NECUBI criou um blog no qual se encontram envolvidos alunos e professores, tentando dar-lhe um carácter pedagógico, formativo e interventivo, numa tentativa de alargar o âmbito e o objectivo da intervenção do blog a todos os potenciais leitores e participantes.

No seguimento dessa iniciativa fui recentemente contactado pela Direcção do NECUBI no sentido de estabelecermos uma parceria, a qual aceitei com entusiasmo. Esta parceria foi no sentido de publicitar ambas as páginas, em paralelo. Como tal, recomendo a todos os leitores que por cá passem a visitar a página do NECUBI.

É de salutar iniciativas deste nível que vêm contribuir para a divulgação da engenharia civil, permitindo a aprendizagem e a partilha de conhecimentos a todos os interessados.

Como referi no e-mail que lhes enviei como resposta ao convite, acredito fortemente que é na partilha e discussão dos temas que se desenvolvem novas ideias e se aprende mais, podendo fazer melhor. Sendo a internet um meio de divulgação inegável nos nossos dias será a melhor aposta quando se pretende divulgar qualquer assunto. Espero que esta parceria seja benéfica para ambos os lados e ainda mais para quem usufrui das informações que disponibilizamos em prol da engenharia.

Visitem o blog do NECUBI em http://civilubi.blogspot.com/. Podem também clicar no link no blogroll na barra da direita, em NECUBI.

Criação da Federação das Associações de Engenheiros Civis de Língua Portuguesa e Castelhana

Posted in Associações e Ordens, Engenharia, Engenharia Civil, Noticias on Março 26, 2008 by Nelson Costa

Da assinatura da “Declaração de Lisboa” deverá resultar a criação de uma Federação das Associações de Engenheiros Civis de Língua Portuguesa e Castelhana, a ser preparada até ao final de 2008, segundo informação do bastonário da Ordem dos Engenheiros, Fernando Santo, ao Jornal de Negócios.

O bastonário referiu ainda que o acordo estabelecido inicialmente entre 16 países deverá contar com 30 membros até ao final do ano e que desta forma os engenheiros portugueses deverão ver as suas competências reconhecidas em 30 países de língua portuguesa e castelhana.

Acrescentou ainda ” o que está acordado é que os profissionais têm de ter um mínimo de cinco anos de formação superior para poderem ser reconhecidos no âmbito deste acordo”.

Prémio inovação Jovem Engenheiro 2006

Posted in Engenharia, Engenharia Civil, Eventos, Noticias, Tecnologia on Novembro 16, 2007 by Nelson Costa

Na 15ª edição do Prémio Inovação Jovem Engenheiro 2006, a Região Sul da Ordem dos Engenheiros distinguiu os engenheiros que apresentaram as propostas de maior interesse ao nível da engenharia. 

3.º lugar: 

O terceiro prémio foi entregue a Juan Tomé Caíres da Mata, autor do projecto “A Inteligência Artificial na Segurança de Barragens“. O sistema permite recolher dados sobre o funcionamento das barragens em tempo real que são comparados a outros modelos com valores estimados pelos engenheiros e tidos como valores normais de referência. Caso os valores obtidos não se enquadrem dentro dos valores esperados é accionado um aviso que permitirá aos engenheiros responsáveis pela barragem agir em conformidade com o problema detectado.

2.º lugar:  

O segundo lugar do Prémio Inovação Jovem Engenheiro 2006 foi entregue a Márcio Manuel Ferreira da Cunha, pela criação de um sistema protótipo para fachadas ventiladas. Trata-se de uma solução isenta de perfurações para aperto de parafusos e rebites, permitindo uma maior precisão para afinações, da autoria do jovem engenheiro Márcio Manuel Cunha, de 27 anos, licenciado em engenharia civil pela Universidade do Minho. A solução criada por este engenheiro para a execução de fachadas ventiladas, foi já aplicada nos edifícios da empresa construtora de Braga “Construções M. Gomes Cunha”, onde o premiado trabalha.

“O sistema desenvolvido caracteriza-se por uma solução para a execução de fachadas ventiladas, com fixação contínua e não pontual, podendo adoptar vários tipos de materiais para o revestimento, com fixação visível ou oculta e que permite vencer afastamentos entre apoios até 2,10 metros para placas de revestimento com 1,20 metros de largura”, explica ao Construir o engenheiro. O sistema prima também pela completa isenção de perfurações para aperto de parafusos e rebites, o que permite uma maior precisão para afinações. “Muito versátil, de fácil montagem, manutenção e recuperação e a custos reduzidos quando comparado com outros sistemas concorrentes oriundos do estrangeiro”, garante Márcio Cunha. E, acrescenta que “é o único sistema que permite aplicar placas de grés porcelânico de 0,60×1,20 metros com fixação oculta e com apenas dois apoios por perfil, sem recurso a qualquer tipo de perfuração, colagem ou rebitagem”.

Os resultados da inovação revelaram-se satisfatórios e, por isso, o processo de registo de patente está a decorrer, “ficando assim reunidas as condições para a aplicação do sistema noutras obras e para a comercialização a nível nacional, caso alguma empresa se mostre interessada”, sublinha o jovem engenheiro. Ao nível da engenharia civil, Márcio Cunha destaca ainda todo o dimensionamento da estrutura de suporte pelos eurocódigos, a sua comprovação em laboratório e a análise de resultados e conclusões.

Para o vencedor o maior desafio deste trabalho foi conseguir provar que não estamos dependentes das soluções provenientes do estrangeiro, defendendo que, “a nossa engenharia portuguesa possui capacidades iguais ou superiores à engenharia de outros países”. No entanto, como projectista e dono de obra afirma que há falta de soluções nacionais disponíveis no mercado e salienta que a maioria das soluções oriundas do estrangeiro pecam pelo elevado preço de comercialização.

 

1.º lugar:  

A Região Sul da Ordem dos Engenheiros distinguiu com o primeiro prémio o projecto “Espumas de Poliuretano para absorção de petróleos, óleos e derivados“, dos colaboradores da Prio, participada do grupo Martifer, Cristina Sofia Borges Correia e Nuno Sobral Correia. O projecto vencedor consiste numa “espuma sólida” que Cristina Correia chama de “esponja” com grande capacidade de absorção de combustíveis, como o petróleo e óleos de origens diversas, e com uma acção repelente em relação à água. Uma das principais características do produto é que “é possível espremer a “esponja” e recuperar o combustível derramado. Se o combustível estiver contaminado, poderá ser usado para recuperação energética através da queima”, diz a investigadora.